Não conte a ninguém - Harlan Coben


Já li diversas resenhas falando bem das obras desse autor e sempre tive muita curiosidade pra ler algum livro dele, mas sempre esquecia ou deixava ele de lado pra ler outras coisas. Até que há algumas semanas atrás chegou a minhas mãos esse livro fantástico.
“Não conte a ninguém” é aquele tipo de livro de “só mais esse capitulo por hoje” e quando se dá conta já se passaram horas e você simplesmente não consegue larga-lo. Lembro que diversas vezes fui dormir as 3 horas da manhã (sendo que tenho que acordar as 7h pra ir para o trabalho), pois queria saber de qualquer forma o que iria acontecer. 
A historia gira em torno de David Beck, que a oito anos atrás estava comemorando o aniversário de primeiro beijo com sua esposa, Elizabeth, pois quando eles deram o primeiro beijo decidiram marcar suas iniciais em uma arvore e todo ano nessa data eles voltavam ao lugar (uma casa no lago que pertencia ao pai de Beck) e marcavam um traço simbolizando quantos anos se passaram do beijo deles. Era o 13º aniversário da data e tudo estava ocorrendo bem, com direito a amassos no lago e tudo mais. Elizabeth decide sair do lago por alguns instantes e Beck fica lá no lago pensando nela e em como eles estavam apaixonados um pelo outro, até que ele ouve Elizabeth gritar e vai correndo ajuda-la, mas assim que chegou a margem do lago alguém da uma pancada forte na cabeça dele e ele cai inconsciente dentro do lago. Milagrosamente ele sobrevive, mas quando acorda descobre que Elizabeth desapareceu. Algumas semanas depois o corpo dela é encontrado e um Serial Killer é culpado pelo assassinato e o caso até então é encerrado pela policia. Nesses oito anos que se passaram dês do ocorrido Beck ainda sofre profundamente pela morte da sua esposa e o único refugio que vê é na sua profissão de pediatra e às vezes na sua melhor amiga, namorada da irmã dele, Shauna. De repente Beck começa a receber e-mails com mensagens estranhas e com códigos que só poderiam estar sendo mandados por Elizabeth, nesse meio tempo dois corpos, que aparentemente foram mortos na mesma época que Elizabeth, são encontrados nas redondezas da casa do lago, junto com um taco de beisebol que contem resquícios do sangue de Beck e por conta disso e de outras pistas que surgem, a policia reabre o caso da morte de Elizabeth, tendo como principal suspeito Beck , tanto da morte dos dois corpos quanto da morte da própria Elizabeth. Beck então tem que provar a sua inocência com ajuda só da Shauna, de um pai de um de seus pacientes o Tyresse, que também é traficante de drogas e da sua advogada arrogante Heaster e no meio disso começa a descobrir que aconteceram muito mais coisas do que ele imagina naquela tarde no lago a oito anos atrás. 
O livro intercala entre capítulos narrados em primeira pessoa pelo próprio Beck e em alguns em terceira pessoa para vermos o que ocorre em outros “núcleos” da historia e essa narrativa que Harlan Coben desenvolve e bastante fluida e muito viciante. Ele conseguiu encher o livro com peças aleatórias e perguntas a serem respondidas que você acaba achando que vão ser esquecidas, principalmente pelo livro ter relativamente poucas paginas, mas tudo se encaixa perfeitamente no final que é incrível e me deixou literalmente de boca aberta. Aparentemente foi uma historia minuciosamente pensado nos detalhes, os personagens foram muito bem criados, a personalidade de cada é bastante real, o protagonista tem um carisma enorme, principalmente por suas filosofias, paixão e seu modo de ver o mundo no meio de todas as coisas que acontecem com ele. Se você gosta de romances policiais tanto quanto eu estilo Sidney Sheldon você vai adorar esse livro e se assim como eu não conhecia Harlan Cobe vai descobrir o quão fantástico é esse autor.


P.S.: Em 2006 foi feita uma adaptação cinematográfica pra esse filme na França e aqui veio direto pra DVD. E a Warner Bros junto com A Universal Pictures vão produzir uma refilmagem do filme, dirigido nada mais nada menos, por Ben Affleck, o que se levarmos em conta o excelente trabalho que fez em Argo, com certeza será um ótimo filme.













Titulo Original: Tell no One

Autor: Harlan Coben
Editora: Sextante
Paginas: 256
Ano: 2001 (EUA) - 2009 (Brasil)





Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

2 comentários:

  1. Historia interessantíssimo! Me amarro em livros que tem certos enigmas que acontecem em apenas um dia e que fica pendurado há anos.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir