O Herói Perdido - Rick Riordan

Eu sou meio suspeito pra fazer uma resenha de qualquer coisa do Rick Riordan, pois sou completamente fã do autor. Depois de passar um bom tempo sofrendo pelo fim de Percy Jackson e os Olimpianos, decidi dar uma olhada nesses blogs e sites sobre a serie, pra ver se lia alguma noticia sobre o filme ou algo parecido, só pra matar um pouco da saudade e eis que eu me deparo com uma noticia mais ou menos assim"O herói perdido, primeiro livro nova serie de livros de mitologia grega de Rick Riordan, está na lista de lista de livros mais vendidos nos EUA", (na verdade acabei de inventar essa noticia, nem sei se realmente acontecei isso, mas eu li alguma noticia nesse sentido) e a primeira coisa que me veio na cabeça foi "MAS COMO ASSIM
TEM UMA SERIE NOVA DO TIO RICK E NINGUÉM ME FALA",
comecei a procurar algum site pra compra-lo, mas infelizmente descobri que não havia sido lançado no Brasil, mas isso não me impediu, eu precisava ler aquele livro, então apelei, procurei naqueles sites amigos e que eu amo, algum PDF traduzido e para a minha alegria encontrei ele. Li ele em uns 2, 3 dias, e nos anos seguintes foi basicamente a mesma historia com "O filho de Netuno" e "A marca de Atena". Esse ano graças aquelas promoções 24 horas do Submarino consegui comprar os três volumes da série e deixei guardado até quando chegasse o momento certo pra relê-los, e como dia 8 do mês que vem irá lançar o quarto livro da série, "A Casa de Hades", resolvi que essa era a hora e já que estou relendo a serie por que não já fazer a resenha né, e se preparem para um post enorme.
Em o Herói Perdido somos apresentados a três novos semideuses que serão os protagonistas dessa historia, Jason, Leo e Piper, infelizmente não teremos, por hora, o nosso querido Percy Jackson, que como diz o titulo do livro, está desaparecido, mas é deixado bem claro que ele terá um papel importantíssimo nessa nova série.
A historia começa com Jason acordando em um ônibus escolar a caminho do Grand Canyon, vestindo uma camisa roxa e  de mão dadas com uma garota, que diz ser sua namorada, mas ele não se lembra dela, nem do garoto que está sentado no banco da frente que diz ser seu melhor amigo, na realidade ele não se lembra de nada sobre sua vida, a unica coisa que ele tem certeza é que seu nome é Jason e que ele não deveria estar ali. No meio da excursão ele e seu "melhor amigo" Léo e sua "namorada" Piper são atacados por espíritos da tempestade, Jason consegue se sair muito bem lutando com os monstros e tem a sensação de já ter passado por situações parecidas e até piores, depois de vencer os monstros, os três são resgatados por Annabeth e Butch e levados até o Acampamento Meio-Sangue.
No acampamento Piper e Leo descobrem quem são seus pais Olimpianos e Jason percebe que já foi reclamado a muito tempo atrás (O_O). Eles acabam descobrindo também que os deuses se calaram e que Hera foi sequestrada. e que cabe a eles resgata-la (simples assim)

Filho do relâmpago, tome cuidado no chão, 
Da vingança dos gigantes os sete nascerão, 
A forja e a pomba devem abrir a cela,
E liberar a morte pela raiva de Hera.
 
Como estava acostumado a narrativa em primeira pessoa em PJO, a primeira coisa que estranhei nesse livro foi que ele era narrado em terceira pessoa com foco em três personagens diferentes, mas esse estranhamento passou logo nas primeiras paginas, eu até achei melhor, pois assim o autor conseguiu desenvolver a personalidade dos protagonistas com maior êxito e nos dar uma visão mais ampla do que estava acontecendo. Como os personagens já tem uma idade na faixa de 15, 16 anos é bastante perceptível que a historia é bem mais madura em relação a Percy Jackson e os Olimpianos, que é uma historia que amadurece aos poucos, e esse amadurecimento também é bem visível na própria escrita de Riordan que conseguiu manter seu estilo rápido e dinâmico, mas com essa pegada mais... Madura.
O livro poderia ter bem menos paginas, pois muitos acontecimentos são um tanto desnecessários, mas eu não acho isso ruim não, pelo contrario, acho até bom, pois, pelo menos pra mim, quanto mais tempo eu passar nesse universo fantástico, melhor. Simplesmente não entendo as pessoas que reclamam da encheção de linguiça.
Gostei bastante a forma com o que o trio principal foi desenvolvido, Jason conseguiu ser um excelente líder,
mesmo com um pouco de falta de confiança devido sua amnésia e ele tem uma ligação com uma personagem "veterana" que me deixou de queixo caído. Piper por sua vez, embora possa parecer a principio que está ali só pra fazer o papel de "Namorada do Protagonista" consegue mostrar seu valor no decorrer do livro e que é muito poderosa. Agora é Leo, com o seu jeito palhaço de ser, que rouba a cena o livro inteiro, acho que posso dizer que todo mundo que leu essa serie diz que Leo é seu personagem favorito de toda a saga, mesmo tendo passado e passando por maus bocados ele consegue manter um sorriso no rosto e tenta sempre deixar todos ao seu redor animados, eu me atrevo a dizer que de TODOS os livros que eu li, Leo é o personagem que eu mais me identifico(por isso Tio Rick se você cogitar a ideia de mata-lo, mais alguém vai morrer e não será um personagem).
No decorrer do livro aparecem muitas perguntas, mas poucas delas são respondidas, o que deixou muito gancho pros próximos livros, Rick Riordan conseguiu juntar a mitologia grega com a romana com uma explicação simples, porém muito eficaz e isso só confirma o quão expert no assunto ele é. Como disse sou meio suspeito em falar das obras do Riordan, mas posso afirmar que "O Héroi Perdido", assim como as outras obras do autor, é uma excelente forma de se divertir, o livro tem aventura, romance, humor e é claro muito aprendizado sobre mitologia greco-romana.












Titulo Original: The Lost Hero
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Paginas: 432
Ano: 2010
Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

2 comentários:

  1. Olá, passando para conhecer o blog.
    Gosto demais da forma como o Rick Riordan desenvolve as suas histórias. Ainda não li o Herói Perdido, mas este livro está entre minhas futuras leituras.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, passando para conhecer o blog.
    Gosto demais da forma como o Rick Riordan desenvolve as suas histórias. Ainda não li o Herói Perdido, mas este livro está entre minhas futuras leituras.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir