Maze Runner #2: A Prova de Fogo - James Dashner


Olá estranhos da internet! Como disse na resenha de Correr ou Morrer (que você pode ler clicando aqui), achei o livro fantástico e ele entrou pra minha lista de “Series do Coração” (awnt) e como por sorte eu já tinha comprado os dois livros seguintes, assim que terminei o primeiro já fui correndo pegar o segundo, mesmo por que o “Correr ou Morrer” termina com aquele tipo de cliffhanger que se você não pegar o próximo logo, provavelmente você terá um infarto (exagero mode: on). Lembrando que se você ainda não leu o primeiro volume, talvez seja melhor você não ler essa resenha, pois pode conter alguns spoilers.

Ainda nas páginas finais do primeiro volume da série, eu fui levado a acreditar que as coisas iriam dar certo para os Clareanos, que enfim eles estariam seguros e poderiam viver uma vida normal, tanto é que estava começando a achar que os dois livros seguintes eram desnecessários e que as continuações eram só “jogada” pro autor e a editora ganharem mais dinheiro, mas como de costume levei um tapa na cara bem dado, o livro termina com uma reviravolta daquelas que você simplesmente não consegue segurar um  “AH MEU DEUS!!” mesmo estando em um ônibus lotado.

Quando eu comecei a ler esse segundo volume eu fiquei apreensivo de que ele sofresse da “Síndrome do segundo livro”, sabe quando você começa a ler uma trilogia, ou uma série, e o primeiro livro é ótimo, mas quando você pega o segundo, ele não é lá essas coisas, pois bem, esse era o principal medo que eu tive, porém felizmente não há esse problema em “A Prova de fogo”, ele não começa de uma forma tão impactante quanto o primeiro, mas rapidinho (quando eu digo “rapidinho” e lá pelo 5º capitulo) ele fica de tirar o fôlego.
Em "A Prova de Fogo" os Clareanos se veem em uma Terra desolada por conta dos clarões solares que começaram do nada, por falta de expressão melhor, “cagaram com todo o planeta”, como se não bastasse isso, Thomas e os  restante dos garotos descobrem que grande parte dos humanos contraiu uma doença chamada “Fulgor” que vai acabando com seu cérebro e te deixando completamente louco aos poucos até te transformar em uma espécie de zumbi psicopata, ou como são chamados no livro, Cranks. E pra ferrar de vez com a vida dos garotos eles também descobrem que são parte de um experimento pra tentar achar a cura pra essa doença e que o labirinto foi o mais fácil dos testes, agora eles terão que atravessar um deserto, quase sem água e sem comida, além de podendo ser atacados a qualquer momento pelos Cranks. Coisa simples.
No decorrer do livro varias questões são respondidas, mas muitas outras são levantadas, o que faz com que nós leitores permaneçamos no escuro e às vezes isso é frustrante, por que quando você acha que está começando a entender o que está acontecendo, acontece uma reviravolta e você não entende mais nada.
Outro ponto positivo no livro, é que diferente do primeiro volume, onde não há tanto aprofundamento nos personagens coadjuvantes, nesse livro começamos a gostar de alguns outros personagens e até a se importar com o bem-estar deles. Também somos apresentados a novos personagens, dentre eles a minha favorita, Brenda.
E enquanto no livro anterior tinha zero romance, nesse começa a se desenvolver um possível pequeno triangulo amoroso, mas quase não há foco nele, assim como em “Correr ou Morrer” os personagens estão muito mais preocupados em sobreviver do que em saber qual será o seu par romântico.
Sobre a escrita do autor, nem tem o que falar, continua muito dinâmica e fluida, é difícil até parar de ler, já a edição também está linda, adoro essa capa e os tons sombrios de cores que foram usados. Se você já leu o “Correr ou  Morrer” e ainda não leu “A Prova de Fogo”, meu caro, você não sabe o que está perdendo.












Título Original: The Scorch Trials
Autor: James Dashner
Editora: Vergara e Riba
Paginas: 400
Ano: 2011
Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

1 comentários:

  1. Eu ia começar a ler Correr ou Morrer esse final de semana :(
    mas tenho que ler os livros de parceria... não sei se vou conseguir. Enfim!
    estou ansiosa pela leitura dessa série... o trailer do filme foi tão sensacional!

    Beijinhos
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir