Godzilla (2014)


Quando eu assisti o trailer de Godzilla no dia em que eu assisti Capitão América, eu fiquei maravilhada. O resultado disso foi que eu tive ir assistir para comprovar se era realmente isso. Eu assisti o primeiro filme, em 1998, e não tinha realmente me surpreendido... Também não tinha tanta opinião sobre filmes como agora. 






Após um acidente em uma usina nuclear na empresa em que trabalhavam no Japão e que resultou na morte de sua esposa, Joe (pai não muito presente) teve que cuidar sozinho de seu filho, Ford. Acontece que, após 15 anos dessa catástrofe, Joe ainda não aceita o que aconteceu e não aceita a desculpa que o governo disse, então ele resolve investigar. Acontece que a usina agora está em quarentena e Ford recebe a ligação de que o seu pai invadiu a área e ele percebe que seu pai está ficando meio "maluco".




Então eles entram novamente na área que está em quarentena para que ele busque umas fitas importantes e eles são pegos pela polícia japonesa e levados para uma área próxima onde tem autoridades. Acontece que eles estavam durantes esses 15 anos, acompanhando a evolução de um tipo de animal radioativo. E no mesmo dia, este animal "acorda" e destrói toda a área. Ford vê que seu pai tinha razão, algo fora do normal aconteceu na usina onde sua mãe estava e, essa coisa agora está ameaçando a vida de todos no planeta e ele deve ajudar nessa busca.



O filme em si é muito bom, surpreendente e me encantou principalmente pela ótima história e pelos efeitos especiais perfeitos. Não gostei muito do Ford, achei que ele poderia fazer "algo mais", mas mesmo assim foi uma ótima atuação. A mistura dos eventos catastróficos que aconteceram no mundo com a ficção foi uma grande sacada. Em um ano com muitos filmes maravilhosos, Godzilla não fica atrás.




Direção: Gareth Edwards II
Elenco: Aaron Taylor-Johnson, Bryan Cranston, Ken Watanabe, entre outros.
Produção: Thomas Tull, Jon Jashni, Dan Lin e Roy Lee
Gênero: Ficção científica, ação e aventura.
Duração: 123 minutos
Ano2014
Distribuição: Warner Bros.
Share on Google Plus

About Alexsandra Ferreira

Alexsandra tem 20 anos, virginiana e universitária, que ama filmes, música e compras, além de desenhar nas horas vagas e cantar (tentar). Quer fazer Ciências Contábeis após a Pós-Graduação e quem sabe, vários cursos voltados para web design, que tem tudo a ver (haha sqn). Sonha conhecer o mundo todo (seja pelos livros ou não), mas parte dele também vale.

2 comentários:

  1. Já eu não compartilho muito da mesma opinião. Achei que o miolo do filme ficou sem sentido, com diversos atores meia-boca e uma história que aparenta não ter rumo.
    MAS os efeitos especiais e o fucking Godzilla aparecendo, putz.. ai foi foda!
    Blog Cookie Cookie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente eu achei que, em algumas partes, faltou muito dos atores... mas acho que os "dinossauros" e tals ofuscaram essa minha ideia, por isso gostei, acho que o que mais marcou no filme foi o Godzilla. Sim, poderia ter sido melhor, mas achei bem legal. Os efeitos especiais... <333 rs

      Beijoocas

      Excluir