Como dizer adeus em robô - Natalie Standiford

Às vezes, os livros conseguem nos surpreender de tal maneira que ficamos perplexos. Foi assim que me senti quando terminei de ler Como dizer adeus em robô. Ganhei esse livro há um mês e estava na minha meta de leitura, mas pensei que só o leria no final do ano (ou coisa parecida) e consegui ler agora em julho. Finalmente a resenha saiu rs! A capa é muito simples, mas linda. O livro foi publicado pela Galera Record e a capa tem verniz localizado nas letras (*-*) e tem um ótimo espaçamento e fonte, mesmo tendo folhas brancas, a leitura fluiu normalmente. Dentro, ele tem algumas folhas "rosa choque" e, mesmo eu que não curto muito a cor, adorei a combinação. A narrativa da Natalie (íntimas já rs) é muito boa, ela consegue construir bem a história e os personagens também.



O livro conta a história de Bea (Beatrice Szabo), uma garota aparentemente normal, mas que tem sérios problemas em demonstrar qualquer tipo de carinho/afeto/coisas do tipo, tanto que sua mãe a apelidou de "Garota Robô". Ela sempre vive se mudando (graças ao trabalho de seu pai), então ela nunca "se apega" as coisas, pois sabe que isso não vai durar pra sempre. Agora, morando em Baltimore, ela terá que começar o último ano do ensino médio em uma escola totalmente desconhecida. Lá, ela conhece algumas meninas e o Jonah (aka Garoto Fantasma)... O garoto mais "causado" pela turma e por isso é sempre quieto na dele.
Acontece que, sem querer, Bea (Garota Robô) acaba começando uma "amizade" com Jonah, após ele indicar para ela numa carta, que ela ouvisse uma estação de rádio que ele indicou. Depois disso, essa amizade vai ficando mais forte e ao mesmo tempo, mais esquisita. Alguns fatos ocorrem e, no meio de tudo isso, Bea tenta entender, de fato, o que essa amizade significa, já que ela começa a pensar muito no Jonah e ele não é do tipo que "demonstra seus sentimentos". A amizade cresce e a gente vai mergulhando nela, querendo participar de tudo que esses dois acabam passando e descobrindo ao longo do último ano.




O livro, ao contrário do que parece, não é um "romance"... Na verdade, não sei bem como classificar esse livro rs. Mostra uma amizade verdadeira que "pende" para o lado do amor (mais pelo lado da Bea do que dele), mas que nos ensina muito. Principalmente com Jonah. Ele é um dos personagens mais incríveis que eu já "encontrei", muito bem caracterizado, cheio de personalidade e de enigmas, surpreendendo a gente e levando a gente junto. A Bea já é mais realista, poderia ser uma amiga minha que eu conheço. Ambos são muito maduros pela idade que tem, mas que (de alguma forma) ainda se pareçam com jovens, sonhando com a faculdade, com a vida que futuramente terão e por ai vai. Esse livro não tem muito o que falar, pois é difícil caracterizá-lo pelos acontecimentos e pelo desfecho que tem, que é surpreendente. Você sente tanta coisa ao acabar que não percebe como pôde acabar daquela forma. Não quero dar SPOILER por isso, RECOMENDO que você leia para saber da história de Jonah e Bea. Adorei o livro, de alguma forma desconhecida me tocou profundamente e espero que toquem vocês também.


Espero que tenham gostado da resenha, deixem nos comentários o que acharam e quais livros vocês me indicam ou o que acharam do livro (se já leram). Obrigada por todo carinho e até a próxima!

Beijocas

Livro: Como dizer adeus em robô
Autora: Natalie Standiford
Páginas: 339
ISBN:978-85-01-09102-4
Nota: 5/5
Share on Google Plus

About Alexsandra Ferreira

Alexsandra tem 20 anos, virginiana e universitária, que ama filmes, música e compras, além de desenhar nas horas vagas e cantar (tentar). Quer fazer Ciências Contábeis após a Pós-Graduação e quem sabe, vários cursos voltados para web design, que tem tudo a ver (haha sqn). Sonha conhecer o mundo todo (seja pelos livros ou não), mas parte dele também vale.

2 comentários:

  1. Assim como a capa a diagramação parece estar ótima né, só de olhar as suas fotos.
    Que legal que o livro te surpreendeu. Eu ainda pretendo ler ele, já me animou um pouquinho..rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste muito dele, me surpreendeu! A capa e a diagramação são incríveis mesmo, Letícia!

      Beijocas <3

      Excluir