Resoluções Nerdísticas de 2014



Pois é pessoal, já estamos em Dezembro e provavelmente você escutou essa frase um milhão de vezes, mas vale a pena repetir: “Caraca como esse ano passou rápido”, se bem que pensando direito teve alguns meses ai que pareciam que nunca iam terminar: Agosto e Novembro, por exemplo, acredito que tiveram no mínimo uns cinquenta dias, mas o que importa é que 2014 já está acabando e com esse final de ano sempre vem aquela música que insiste em perguntar “Então é Natal e o que você fez?”.  Decidimos então responder essa pergunta  fazendo as nossas “Resoluções Nerdísticas de 2015”.
Esse será um daqueles posts duplos, onde tanto eu, quanto a Alexsandra falaremos um pouco como foi o nosso ano levando em consideração nosso lado Nerd, ou seja, falaremos se atingimos nossas expectativas como os livros que lemos, séries e filmes que assistimos e até um pouco como foram nossos semestres na faculdade. Pois bem vamos lá:


Erick


Se existe uma palavra para descrever como foi o ano de 2014, com certeza essa palavra não será “Fácil”, 2014 foi um ano em que minha vida e a vida de grande parte das pessoas que vivem ao meu redor entrou no modo Hard, pra vocês terem uma ideia até Eike Batista ficou pobre então imagine eu que sou pobre mortal.
Por conta da faculdade e do trabalho, principalmente da faculdade que teve dois semestres desgastantes, li bem menos livros que gostaria de ter lido, vocês que acham que publicidade é um curso fácil, não sabem o quanto estão enganados, é um dos cursos mais “divertidos” de se estudar, mas não é nenhum pouco fácil. Não contei quantos livros esse ano, mas com certeza não chegou nem perto dos 56 que li em 2013. Lembram em Janeiro quando fizemos uma TAG com 12 livros para 2014 e eu roubei colocando um monte de série no meio? Pois bem, não li nem metade daquela lista. Consegui ler a trilogia Maze Runner que superou bastante minhas expectativas (Resenha: Correr e Morrer e A Prova de Fogo), A Lista do Nunca que foi um suspense de tirar o folego (resenha aqui), O Sangue do Olimpo, livro final da Saga Os Heróis do Olimpo que logo mais terá resenha, Li até o terceiro volume de Desventuras em Série e não me perguntem por que parei, pois são livros muito divertidos e no momento estou terminando de ler Os Filhos de Anansi e embora o livro seja completamente diferente do que achei que seria, está sensacional.
Como esse foi um ano bem exaustivo optei por ler livros bem mais leves e de desenvolvimento rápido, por isso li bastante Young Adults, gênero na qual não era muito fã até ano passado, mas que até então tem me trazido boas surpresas, dentre elas um dos melhores livros que li esse ano o “Todo Dia” do David Levinthan (resenha aqui). Também foi um ano que resolvi entrar um pouco mais na onda das distopias teens, além de Maze Runner, li também Divergente (resenha aqui) na qual me decepcionei um pouco, mas que por incrível que pareça adorei a adaptação. E também li o sensacional Lua de Larvas que ainda não tem resenha, mas adianto pra vocês assim como Todo Dia, foi um dos melhores livros que li esse ano. Na verdade tive uma grande sorte com leituras esse ano, não li nenhum livro que me deixou com aquela sensação de perda de tempo, teve aqueles que me decepcionaram um pouco, mas nada que eu possa chamar de ruim.
Que li poucos livros vocês já entenderam, mas em compensação o numero de séries que acompanho duplicou em 2014 e acredito que isso tenha acontecido também pelo fato de ser um ano exaustivo, pois tenho aquela necessidade de acompanhar alguma historia e como muitas vezes chegava exausto em casa, sem cabeça nenhuma para ler, nada melhor que uma boa série pra se distrair, afinal séries também são formas de se contar historias não é? Fiquei completamente viciado em How I Meet Your Mother, mas tão viciado que consegui a façanha de assistir as nove temporadas em menos de três meses e isso trabalhando e fazendo faculdade, também comecei a assistir Arrow, que embora eu ache o Stephen Amell um péssimo ator, tem um roteiro incrível. Não vou falar todas as séries por que se não o post vai ficar maior do que já está, mas foram muitas e o Netflix é bem culpado disso.


Já na questão filmes, também não assisti tantos quanto queria, fui pouquíssimas vezes para o cinema e embora ainda acredite que Hollywood esteja com uma crise criativa, até que tivemos bons blockbusters esse ano. Provavelmente vocês apontarão pra mim e gritarão “Blasfêmia”, mas minha paixão por filmes é muito maior do que minha paixão por livros e quando eu assisto a um filme tento prestar atenção em todos os detalhes pra ver se consigo captar todas as mensagens que o diretor quis passar, ou seja, da mesma forma que não tinha muita cabeça pra ler livro também não tinha cabeça pra assistir muitos filmes com aquele olhar mais “critico” como gosto de fazer.
Espero que 2015 seja um ano bem melhor e menos cansativo, que eu tenha dinheiro pra comprar bem mais livros do que comprei esse ano e que eu consiga ler o dobro do que li.


Alexsandra




2014 foi um ano que correu muito rápido, correu rápido como o Usain Bolt. Começou meio devagar, um tanto que tranquilo e consegui administrar bem o que eu queria fazer. Assisti várias séries, consegui resenhar algumas como Once, mas depois que passou a Copa (~vergonha~) a coisa saiu do controle hehe. Assim, não reclamo da correria, graças à ela consegui meu pão de cada dia. A faculdade agora está na reta final (tanto que nesse momento estou com a tela do blog de um lado e meu estágio do outro) pois ainda não estou de férias literalmente. Está corrido, amigo secreto, compras de natal e a cabeça cheia que eu nesse semestre não consegui ler mais que 3 livros (sério, isso é triste) e estou devendo tanta resenha para vocês que espero compensá-los a partir dessa semana. Li vários livros, mas sobre Logística (que farei um post em breve para vocês sobre os livros que eu uso). Uma única coisa que eu não fiquei para trás foi na questão de filmes... Nossa, esse ano eu meu superei (graças ao meu boyfriend) e assisti TODOS OS FILMES QUE EU QUERIA! Meu, vocês não tem noção a lista é gigante e eu consegui assisti todos (pelo menos todos que eu realmente queria como Guardiões da Galáxia, O Hobbit, A Esperança... Nossa, incrível! Quem sabe eu não consiga fazer um post sobre esses filmes, não sei...

Foi um ano literário muito ruim (espero melhorá-lo nessas duas últimas semanas), mas foi incrível mesmo assim. Conheci coisas novas, conheci lugares novos, pessoas divertidas que compartilhei momentos incríveis que seu listasse aqui para vocês, vocês ficariam o dia todo para ler esse post. Agradeço todos vocês que param um segundo que seja para vir aqui no blog dar uma lida e é isso que  me motiva a continuar escrevendo, pois eu gosto de compartilhar tudo isso com vocês. Obrigada  


Feliz ano novo pessoal e que tenhamos um 2015 maravilhoso! 
Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

0 comentários:

Postar um comentário