Post Duplo: Operação Big Hero



Mais uma vez eu e Alexsandra fomos assistir ao mesmo filme em sessões diferentes (por que a gente não se mistura :P). Somos loucos por animações e por super heróis, então imaginem o quanto estávamos ansiosos por Operação Big Hero, como de praxe, não poderíamos deixar de comentar aqui com vocês o que achamos dele. Spoiler: Adoramos.




Fui assistir "Operação Big Hero" com uma amiga semana passada e morremos de amor. Morremos de amor pois o filme é super divertido, lindo, com personagens super legais e com a Kéfera dublando uma personagem que, sério, é totalmente ela. Claro que não deixaria ele passar batido aqui no blog e vou contar para vocês o quanto esse filme é maravilhoso (haha). Assistam, sério!


O filme conta a história do Hiro, um garotinho de 13 anos que é super inteligente e que quer tirar proveito da sua inteligência nas lutas de robôs que tem na sua cidade chamada San Fransokyo. Acontece que essas lutas são ilegais e Tadashi, seu irmão mais velho, decide mostrar para ele o laboratório onde ele trabalha que tem justamente várias invenções que são fantásticas e Hiro conhece vários amigos do Tadashi e ele percebe o quanto aqui é legal, fica fascinado e decide entrar nesse laboratório. Acontece que para entrar, ele precisa participar de uma feira de invenções para que o professor Callahan o veja e além disso ele tem que se diferenciar dos outros inventores para que o professor dê uma oportunidade para ele de se matricular. Depois de tudo ter ido super bem, acontece um acidente e Hiro acaba passando por um momento não muito bom e fica desmotivado, deprimido e afastado de todos. Nesse meio tempo ele acaba encontrando Baymax, o robô que seu irmão criou e acaba se metendo em um mistério e, com a ajuda quase involuntária dos amigos do laboratório que ele conheceu, eles decidem virar "super-heróis" para acabar de uma vez com esse mistério.



Quando a gente assiste um filme a gente sempre tem amor por um personagem, principalmente quando se trata de animação infantil. Assim como "Frozen" teve o Olaf, "Guardiões da Galáxia" teve o Groot, Operação Big Hero tem o Baymax que é a coisa mais linda, mais gorda e mais amorosa que existe. Sério, quando assistimos, morremos de amor toda vez que ele passava na tela e agora queremos tudo ~TUDO~do Baymax, principalmente ursinho de pelúcia. Enfim, me apaixonei. Todos os personagens tem uma característica que o Hiro usa como "poder" juntamente com as invenções criadas por cada um deles. Amei todos os personagens, os nomes e a história que é incrível, você não consegue parar de assistir, mesmo vendo trailer e um pouco da história, é super legal o enredo por se tratar de um filme infantil. Tudo bem que eu sou fã de animações, mas a prova do que eu estou falando é de que 50% da sessão que eu fui eram de pessoas adultas. Assistam, sério!


Falando dos amigos do Hiro que o ajudam a desvendar o mistério do filme, temos a GoGo Tomago que é super veloz e adora chiclete, o Fred que sonha em ser um tipo de Godzilla ou algo desse tipo que ele adora nas histórias em quadrinho e vira o Fredzilla, que cospe fogo e consegue dar vários super saltos, temos o Wasabi que é inteligente, ama organização (até demais) e também é super veloz com as mãos, usando um equipamento que ele inventou capaz de cortar qualquer coisa e temos a Honey Lemon (fofa) que é linda e tem como poder uma invenção que ela mesma criou que é uma esfera que tem várias composições químicas dentro.

 Além do filme ser super recomendado por mim, recomendo também a trilha sonora que é da banda Fall Out Boys chamada "Immortals":


Quem mais se apaixonou (ou não) pelo filme? Deixem nos comentários!
Beijocas





Quem acompanha o blog a um tempo sabe o quão viciado em animações e em filmes de super-heróis eu sou. Quando soube que a Disney estava produzindo uma animação baseada em um quadrinho da Marvel, eu quase dei um mortal pra trás de tão empolgado que fiquei, mas lembrei que minha coluna não ia deixar.
Operação Big Hero nos conta a historia dos irmão Hiro e Tadashi Harada, dois gênios da robótica, mas que usam essa genialidade de maneiras diferentes, enquanto Tadashi, o mais velho, dedica-se na melhor escola de robótica da cidade, Hiro constroe robôs para participar de lutas clandestinas e conseguir uma grana fácil. Tadashi com a intenção de fazer com que o irmão saia dessa vida perigosa, o leva pra conhecer sua escola de robótica e lá ele apresente a Hiro seus amigos e sua mais nova invenção, o robô enfermeiro inflável Baymax. Hiro fica apaixonado pelo lugar e decide fazer de tudo para entrar nesse paraíso Nerd. Porém como nada nessa vida é fácil, algo dá terrivelmente errado e Hiro acaba tendo que transformar a invenção do seu irmão e seus amigos em uma super equipe de hérois para acabar com um super-vilão e conseguir vingança.


O que falar dessa animação que mal conheço e já considero pacas? Sabe quando você é pequeno e depois que assiste um filme gostaria de viver naquele mundo, ter os poderes dos personagens, foi exatamente dessa forma que me senti quando sai da sessão de Operação Big Hero.
Algo que me chamou bastante a atenção foi San Fransoskio, a cidade ficcticia onde se passa a historia, onde há a mistura de elementos de São Frascico com Tóquio, algo que aparentemente parece ser bem forçado acaba sendo simples e o telespectador imerge sem perceber naquele mundo. Eu como sou o louco da direção de arte, não podia deixar de comentar em como gostei das cores que foram trabalhadas, as texturas e o contraste com o cinza dos microbos, tudo isso acabou acrescentando na grandiosidade da animação.
Embora todos os personagens coadjuvantes sejam bastante engraçados e bem caricatos, eles são deixados um pouco de lado para que a relação entre Baymax e Hiro seja bem trabalhada e isso foi uma ideia genial. É muito bonito ver esse amizade se desenvolvendo e a forma com que um sempre aprende com o outro.


Falando no Baymax, tenho que deixar um paragrafo pra comentar dele, a Inocência, o carisma e a fofura do robô enfermeiro fazem dele o grande trunfo da produção. Seu visual também foi algo que me fez ficar boquiaberto, pois conseguiram trabalhar bem esse aspecto de balão que ele tem, o deixando bem realista.
Achei surpreendente como o roteiro conseguiu misturar características tanto da Disney, quanto da Marvel, temos a lição de moral, a parte emocional e cômica, mas também temos cenas de ação com coreografias muito bem elaboradoras que com certeza agradará vários marmanjos.



Eu já sabia que iria gostar de Operação Big Hero, mas não sabia que iria me encantar tanto quanto me encantei. Com um roteiro simples, mas ao mesmo tempo grandioso Operação Big Hiro é a pedida certa.



Direção: Chris Williams, Don Hall
Elenco:  Abraham Benrubi, Alan Tudyk, Billy Bush, Damon Wayans Jr.
Produção: Roy Colin
Roteiro: Jordan Roberts, Daniel Gerson, Robert L. Baird
Gênero: Animação
Duração: 102 minutos
Ano: 2014
País: EUA
Estúdio: Walt Disney Animation Studios, Walt Disney Pictures


Share on Google Plus

About Alexsandra Ferreira

Alexsandra tem 20 anos, virginiana e universitária, que ama filmes, música e compras, além de desenhar nas horas vagas e cantar (tentar). Quer fazer Ciências Contábeis após a Pós-Graduação e quem sabe, vários cursos voltados para web design, que tem tudo a ver (haha sqn). Sonha conhecer o mundo todo (seja pelos livros ou não), mas parte dele também vale.

0 comentários:

Postar um comentário