TAG: Feitiços de Harry Potter


Hoje pra quem não sabe está fazendo quatro anos que estreou nos cinemas Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2 e como não podíamos deixar passar essa data em branco, eu e a Alexsandra resolvemos responder essa TAG que foi criada pelo canal Turtle Sympathy e traduzida pelo Leitora Voraz. Vamos lá:



1 - Expecto Patronum: Um livro relacionado a boas memórias

Erick: Reinações de Narizinho – Monteiro Lobato: Quando eu tinha uns nove ou dez anos, meu avô chegou em casa com toda a coleção de livros do Monteiro Lobato pra mim, e eram desde livros do Sítio do Pica-Pau Amarelo até livros clássicos da literatura universal que ele havia traduzido. Eram uns 50 livros no total e eu lembro que passava horas em casa lendo eles, e eu li todos umas três vezes (é sério), infelizmente como minha avó doou tudo (#todoschora). Escolhi Reinações de Narizinho pra representar esse feitiço, pois ele foi o primeiro livro dessa coleção.

Alexsandra: Harry Potter - J.K. Rowling: Eu sempre amei Harry Potter, mas não tinha a minha coleção de livros. Na época em que eu li, li emprestado e alguns em PDF. Ano passado, ganhei de presente do meu namorado uma edição linda de colecionador e eu simplesmente chorei quando eu vi. Pode ser uma besteira, mas quando o vejo na estante, bate aquela felicidade por ter alguém que se importa com os pequenos detalhes da nossa vida.


2. Expelliarmus: Um livro que te pegou de surpresa

Erick Todo Dia – David Levinthan: Como disse na resenha desse livro, eu havia gostado da narrativa do Levinthan quando li “Will & Will”, mas mesmo assim esperava que “Todo Dia” fosse um romancezinho desse que estão em alta. Mas não, o livro se mostrou algo com um aprofundamento e uma empatia muito grande. Com certeza foi o livro que mais me surpreendeu esse ano.

Alexsandra: Quem é você, Alasca? - John Green: Assim, é fato que John Green é um dos escritores mais queridos dos últimos meses, principalmente com o estouro que foi A Culpa é das Estrelas. Acontece que eu tinha Quem é você, Alasca? aqui na estante e nunca dei oportunidade (se arrependimento matasse...). Foi uma leitura perfeita, com personagens ótimos, um enredo tão envolvente e contagiante, daqueles que te faz "ler mais um capítulo antes de dormir e, sem querer, você leu metade do livro". Amei ler e amei saber que terá o filme. 

3 - Prior Incantato: O último livro que você leu

Erick: Eu Sou o Número Quatro - Pitacus Lore
Alexsandra: Invisível - David Levinthan



4 - Alohamora: Um livro que te apresentou a um gênero que você não tinha considerado antes

Erick:
 As Vantagens de Ser invisível - Stephen Chbosky: Antes dele eu não havia lido nenhum outro livro Young Adult, eu sempre fui muito aficionado por literatura fantástica e romances policiais então não lia nada que saísse muito desses dois gêneros. Até lia algum livro ou outro Y.A. mas sempre com um pezinho na fantasia. Até que resolvi ler As vantagens de ser invisível que não tem nenhum ser fantástico e até que gostei bastante e depois disso dei uma chance pra esse gênero.

Alexsandra: Zumbis x Unicórnios - Vários autores: Não parece que é, mas é rs. Assim, o livro em si é uma mistura louca de vários gêneros, mas grande parte é de YA. Antes dele eu tinha lido alguns YA, mas nada na magnitude dele, mas leve... e gostei bastante, tanto que li vários Young Adult após ele.


5 - Riddikulus: Um livro engraçado que você leu

Erick: O Diário de um Banana – Jeff Kinney: Minha irmã pegou emprestado com uma amiga dela esse fim de semana os sete livros dessa coleção, peguei o primeiro pra dar uma folheada, e não consegui parar, só nesse fim de semana eu li os quatro primeiros livros. E gente, como é engraçado, o Greg é o protagonista mais engraçado de todos os tempos. Embora sejam livros infantis, valem muito a pena, é aquela mesma sensação de estar assistindo aqueles filmes infantis da Sessão da Tarde.

Alexsandra: Para não repetir Zumbis x Unicórnios, vou colocar Geek Love (O Manual do Amor Nerd) do Eric Smith. Estou lendo ainda, mas estou amando e rindo muito das ideias super criativas de como chamar alguém pra sair/ namorar/ terminar e por aí vai. Já estou vendo que a resenha desse livro vai ser fantástica, aguardem!



6 - Sonorus: Um livro que você acha que todos deveriam conhecer

Erick: A Saga de Darren Shan – Darren Shan: Essa é uma das minhas sagas favoritas da vida e eu simplesmente não entendo por que raios quase ninguém a conhece. Tem até uma adaptação com o Josh Hutcherson (também conhecido como Peeta Mellark) que não é nenhum pouco fiel. Mas gente vale muito a pena, é uma daquelas sagas que vai crescendo e amadurecendo conforme os livros vão passando e ela tem um começo, um meio, e um final muito bem estruturados. Sério gente, leiam!

Alexsandra: Como dizer adeus em robô: Natalie Standiford: Você pode até pensar que "é só mais um livro", mas o livro tem uma mensagem tão linda que te faz meditar em toda página terminada. Provavelmente essa tag saia antes da resenha então não vou falar muito, mas o livro é intenso e a mostra exatamente como as pessoas se sentem quando algo de muito ruim acontece. Não sei explicar, mas algo definitivamente me tocou e espero que todos tenham isso também, a gente cresce como pessoa junto com o livro. É incrível!


7 - Obliviate: Um livro ou spoiler que você gostaria de esquecer ter lido

Erick: Mar de Monstros – Rick Riordan: Eu tinha uma mania muito feia de ler a última pagina dos livros, depois desse livro nunca mais fiz isso.

Alexsandra: Quem é você, Alasca? - John Green: Acho que tem muita Alasca para pouco feitiço rs, mas é que esse SPOILER foi o PIOR EVER. Estava eu lendo debaixo do cobertor com a luz do celular ligada quando, sem querer (como mágica), meu livro cai do nada da minha mão e sai da página que eu estava lendo. Quando eu pego o livro, vejo o maior do livro (pra quem já leu, sabe o que é) e o pior é que eu estava tipo... muito antes! Nossa meu, nunca mais vou esquecer desse dia, ainda bem que, mesmo assim, eu consegui ler o livro e amei mesmo assim (uffaaa!).


8 - Imperio: Um livro que você teve que ler para escola faculdade*

Erick: A Metamorfose – Franz Kafka: Tive que ler no primeiro semestre da faculdade e eu gostei bastante, ele é bem fininho e tem como você tirar conclusões diversas a respeito da história.

Alexsandra: A Meta - Eliyahu M. Goldratt: Quem faz faculdade de cursos relacionados à produção (Engenharia da Produção, Administração e etc) já deve ter ouvido/ visto/ lido. O livro é um método de produção com foco nos gargalos que acontecem na empresa. Adorei o livro, muito bem explicado e escolhi ele por justamente ser um dos meus livros universitários preferidos.


* Adaptamos à nossa realidade.



9 - Crucio: Um livro que foi doloroso para ler

Erick: Lua de Larvas - Sally Gardner, comecei a ler sem esperar muita coisa e ele termina da forma mais triste do mundo.


Alexsandra: Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling: MEU DEUS! É o melhor e pior livro pra mim! Sério, amo muito o livro, mas também ler a morte de Sirius (acho que não é spoiler, né? :S) nossa, foi de partir meu coração, sem brincadeira.

10 - Avada Kedavra: Um livro que pode matar (interpretação livre)


Erick: O Simbolo Perdido – Dan Brow: Olha, eu tenho a edição ilustrada desse livro e ela tem uns trinta centímetros de altura, mais de quinhentas páginas, com capa dura e é muito pesada. Se aquilo cair na cabeça de alguém, é morte certa.

Alexsandra: Destrua este diário - Keri Smith: Oras, a gente mata o coitado de tanta instrução destrutiva kkkkkk okay okay, menos vai... mas pode matar no sentido de matar de dó de fazer tanta destruição com um pobre coitado rs. 



Comentem ai quais seriam suas respostas, o que acharam das nossas escolhas e não se esqueçam:
Always
Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

0 comentários:

Postar um comentário