O Poder dos Seis - Pittacus Lore


Como “O Poder dos Seis” é o segundo livro da série “Os Legados de Lorien” para entende-lo você deve ler o primeiro livro da série, “Eu Sou o Numero Quatro” e é claro que caso você não o tenha lido ainda, esse post terá alguns spoilers sobre ele, então se você ainda não o leu, dá uma olhada na nossa resenha sobre ele e me acompanhe na leitura dessa divertidíssima série.

Diferente de “Eu Sou o Numero Quatro” em “O Poder dos Seis” John não está sozinho contando a historias dos Legados, somos apresentados a não só uma Loriana nova, mas um núcleo diferente, dessa vez estamos na Espanha acompanhando o que está acontecendo com a Numero Sete, ou melhor, Marina. Ao contrario de John que o tempo todo estava mudando para fugir dos Morgadorianos, Marina e sua Cêpan Adelina estão a vários anos em um convento, pois depois de viverem maus bocados desde que chegaram a Terra e finalmente terem sidas acolhidas pelas freiras, Adelina acabou perdendo a fé em Lorien e desistiu completamente da sua verdadeira missão, que era proteger e treinar Marina para salvar a raça loriana. Por conta da negligencia de sua Cêpan, Marina então, tem que se virar do jeito que dá para desenvolver seus poderes sem chamar atenção dos Morgadoriano. Depois de ler sobre os acontecimentos em Paradise, Marina tem a plena certeza de que John e um membro da garde e sente a necessidade se reunir a ele e treinar para a batalha final.



Enquanto isso John, Sam e Seis continuam fugindo não só dos Morgadorianos, mas também da policia terrestre, já que após a batalha em Paradise, as autoridades acreditam quer John e Henry são terroristas.Enquanto em “Eu Sou o Numero Quatro” temos boa parte do livro um tanto “parada”, já que o foco é mostrar a adaptação de John em Paradise e sua relação com a Sarah e só lá pro final começa a ação e a tensão, em “O Poder dos Seis” a historia pisa no acelerador e o suspense acaba tomando boa parte do livro e a narrativa fluida e ágil só contribui pra todo esse clima.Essa “tática” de intercalar os capítulos foi muito bem utilizada já que grande parte deles terminam com um cliffhanger daqueles de que você precisa ler o próximo capitulo o mais urgente possível, só que o próximo capitulo mostra o ponto de vista de outro personagem e no começo isso acaba frustrando um pouco, mas esse segundo capitulo também termina com um cliffhanger e você fica agoniado querendo saber o que acontece, mas ai a historia volta pro outro ponto de vista e isso acontece quase o livro todo.



Descobrimos bastante sobre o passado de Seis, os perigos que ela enfrentou, como ela desenvolveu seus legados e como se tornou o membro da Garde mais badass. Sam também deixa de ser só o Nerd tímido do grupo e começa a treinar junto com Seis e John e se virar sozinho.
Em “O Poder dos Seis” varias perguntas que o primeiro livro deixou em aberto são respondidas, mas muitas outras são levantadas. E se você gostou do suspense e da ação de “Eu Sou o Numero Quatro” com certeza irá ficar sem folego nesse segundo volume da série.





Titulo Original: The Power of Six

Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Páginas: 320

Ano: 2011
Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

1 comentários:

  1. Eu nunca li nenhum dos livros, e nem conheço muito a história, mas não sei porque eles até que me chamam atenção! kkkk Eu ADORO livros com capítulos que terminam tensos e te fazem querer continuar até terminar. Isso é tão maníacamente (isso existe?) gostoso! kkkk

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir