Mboi Tu'i e Outros Contos - Renan Cardozo


Sempre fui muito fã de mitologia e é bem perceptível aqui nas resenhas do blog, onde já falei sobre livros que abordam mitologia grega, romana e africana. E embora também ache a mitologia e o folclore brasileiro extremamente interessante é bem complicado achar um livro que consiga trabalhar bem a riqueza que há em nossos mitos. “A Arma Escarlate”, de Renata Ventura, foi um que me pegou de surpresa por unir o universo criado em Harry Potter com a nossa mitologia, mas era o único que até então conseguiu me conquistar. Quando o autor, Renan Cardoso, me enviou o “Mboi Tu’i e outros contos” fiquei bastante empolgado com a proposta do livro e após finalizar a leitura fiquei bem feliz por ter tido como primeiro parceiro do blog um autor que conseguiu trabalhar de uma forma muito interessante um mito do nosso país.

Em cada conto Renan Cardoso constrói extremamente bem o clima de suspense e mistério o que faz com o leitor fique preso na história até saber o que de fato está acontecendo e qual será o desfecho dela.
E esse suspense tão bem construído foi um problema pra mim nos dois primeiros contos, já que durante o desenrolar deles é criado todo esse clima, os personagens nos contam o quão horrorizados ficaram com o que ocorreu com eles e acabei criando uma expectativa bem alta sobre o desfecho da história, o que acabou me decepcionando um pouco, já que o desfechos não foram lá muito assustadores como os personagens relatavam. Não que os finais dos contos sejam ruins, eles são extremamente coerentes com a história, mas não condizem com todo o suspense que foi tão bem construído.



Outro problema que tive nos dois primeiros contos foi o tipo de narrativa usada, pois os narradores são personagens que estão lendo relatos de outras pessoas que passaram por grandes terrores e em diversos momentos esses narradores nos contam detalhes e sensações dessas pessoas que só seriam possíveis se eles também estivessem nos locais relatados, o que acabou me deixando a sensação de que se as histórias fossem narradas em terceira pessoa talvez ficassem mais críveis.
Em compensação os demais contos foram extremamente "redondinhos" principalmente os meus favoritos: "Observatório" e "Mboi Tu'i Vive” O primeiro mostra um diário de um pai que se muda com o filho para uma casa cercada de mistério, embora pareça um tanto clichê já que existem diversas histórias de casas mal assombradas, a cada relato do diário, vai deixando o leitor mais apreensivo sobre o que está acontecendo com aquela família e o final é daqueles que te deixam com aquela “frustração boa” por querer saber mais detalhes e o que de fato aconteceu e quando tenho essa sensação ao terminar de ler uma história, para mim significa que ela foi boa.



Já em “Mboi Tu’i vive”, conto que toma quase metade do livro, é trabalhado todo o mistério em torno dessa criatura mitológica com corpo de cobra, cabeça de ave e olhos que parecem duas chamas amarelas, que também apareceu em outros dois contos (sendo um deles o “Observatório”). A história que é dividida em quatro partes, apresenta o narrador e protagonista do conto encontrando relatos de uma estranha seita onde algo conhecido como “O Oculto” era cultuado, até alguns registros apresentados nos outros contos e que o faz questionar a existência dessa criatura tão perturbadora.
Como grande parte dos contos se passam no final do século XIX e início do XX, o livro tem uma linguagem um pouco mais rebuscada, nada muito complicado, mas algumas pessoas podem ter um pouco de dificuldade. Porém mesmo com essa linguagem, em nenhum dos contos a narrativa é lenta ou cansativa e isso se dá principalmente, como já disse, pela forma com que o autor trabalha o suspense. Você quer saber tanto o final do conto que não consegue parar de ler e a linguagem rebuscada em nenhum momento atrapalha isso.



Se você gosta de história de mistério, suspense e fantasia, “MBoi Tu’i e Outros Contos” trazem ótimos contos com essas temáticas, além de conseguir trabalhar muito bem a mitologia nacional com o respeito e cuidado que ela merece. Espero ver próximas obras de Renan Cardoso, pois “MBoi Tu’i e Outros Contos”, foi uma ótima surpresa.



Sobre o Autor - Renan Cardoso


É graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Santa Catarina. Professor e escritor colunista na revista digital Café com Games. Descendente de colonos italianos que imigraram ao litoral catarinense, usou de suas vivências com a Geografia e História locais como inspiração para seu trabalho. Sua afinidade com o gênero de terror surgiu em função de familiaridade pessoal com o tema, usando alegorias fantasiosas para refletir questionamentos e experiências pessoais.




Share on Google Plus

About Erick Sant Ana

22 anos, também conhecido como o terror das Coca-Colas alheias, hiperativo e desatento é mestre na arte de esbarrar derrubar e quebrar coisas. Leitor compulsivo e portador da doença "não dormi direito, pois estava assistindo séries". A frase que você mais vai ouvi-lo dizer é "To com fome" e tem o péssimo hábito de falar de si mesmo na 3ª pessoa.

0 comentários:

Postar um comentário