Carta de Amor aos Mortos - Ava Dellaira




Depois de muitos séculos passarem, eis que consegui adquirir Cartas de Amor aos Mortos e, sendo bem sincera, fiquei com muita raiva por não ter comprado antes, haha... Mas a vida é feita de coisas assim, certo? Então cá estou eu para compartilhar o que eu achei desse livro.

Primeiro de tudo, vou falar um pouco sobre o livro em si... a Editora Seguinte têm feito um ótimo trabalho com seus livros, digo isso porque também amei o livro de Por Lugares Incríveis (que eu também resenhei e vocês poder ler aqui) e ele é um dos meus livros favoritos e ainda não acredito que vou ter ele autografado... voltando ao assunto, Cartas de Amor aos Mortos tem uma diagramação incrível, o tamanho da fonte é muito boa, a capa é linda e transmite bem a história do livro e eu só senti falta do verniz localizado nas letras, jurava que tinha mas isso é só um detalhe. Como o nome mesmo diz, o livro se passa em cartas então os acontecimentos são pela visão da Laurel só que escrevendo e conversando com um cantor famoso que já se foi. É bem interessante.


Laurel acaba de entrar no ensino médio em uma nova escola e com novos amigos que não fariam perguntas sobre o falecimento da sua irmã mais velha, May, irmã essa que ela amava demais e que mesmo depois de 6 meses não consegue digerir tal fato. O problema ficou ainda mais complicado quando a sua mãe acaba indo para Califórnia "fugindo" dessa perda, deixando Laurel e seu pai do nada, aliás, seu pai vive bem triste, já que May era a estrela da família. Com a saída da sua mãe, Laurel acaba passando uma semana com o pai e a outra com a sua tia Amy, que é super religiosa e se preocupa com a não aceitação de Jesus na vida de Laurel, com medo de que ela se perca na vida. Tudo começa a mudar quando a professora de inglês da Laurel manda uma tarefa de casa para os alunos: escrever uma carta para alguém que já morreu. A princípio, Laurel escreve para Kurt Cobain (Nirvana) que era o cantor favorito da May e dela também, só que a experiência de escrever e desabafar com alguém que já se foi faz com que Laurel começa a escrever para mais pessoas que morreram, como Amy Winehouse, Judy Garland, pessoas que morreram de forma misteriosa ou que se mataram por um motivo que ela busca entender e ao mesmo tempo ela conversa com eles sobre o que acontece na sua vida, tudo que ela passa com suas novas amigas, tentando esquecer a Laurel de antes e até mesmo uma paixonite do colégio, Sky. Ela vai percebendo que não se pode continuar fugindo da morte da irmã e que, se ela continuar assim, vai acabar perdendo as amizades e também todas as possibilidades de ter algo com Sky.


O livro é muito bom, a história é bem cativante e te faz mergulhar na personagem, viver todos aqueles turbilhões de emoções, a dor da perda e aceitar que uma pessoa se foi e ao mesmo tempo tentar retomar a vida com novas amizades (mesmo sem elas saberem tanto da sua vida) e de um possível romance com um cara, aquelas coisas normais do colégio. Laurel vai contando nas cartas sobre ela e sobre aquele famoso que já se foi, tentando entender o motivo e também do legado que deixaram, como Amy ou até mesmo o Kurt e como eles interferem na vida dela e interferiram na vida da irmã. Chega uma hora que você fica até com raiva da Laurel por algumas atitudes, mas no final você acaba entendendo e apoiando, esperando que a personagem se ache e comece a viver como ela mesma, não as sombras da irmã que já se foi.

Outra coisa incrível desse livro são as indicações musicais dele, gente! Têm Amy Winehouse, The Doors, Nirvana, pouquinho de Guns... Enfim, já vai preparando os marcadores para guardar as indicações!!


Recomendo muito a leitura, gostei bastante da escrita da autora (Ava Dellaira) e queria muito ter conseguido senha para sessão de autógrafos dela no domingo, haha. Para quem gosta de livros leves mais com uma história de vida por trás vai adorar esse livro e até quem não gosta tanto vai acabar gostando porque é bem leve e jovial. 

Gostaram da resenha? Quem mais aqui já leu? O que acharam? Quem vai na sessão de autógrafos??
Beijos <3
Share on Google Plus

About Alexsandra Ferreira

Alexsandra tem 20 anos, virginiana e universitária, que ama filmes, música e compras, além de desenhar nas horas vagas e cantar (tentar). Quer fazer Ciências Contábeis após a Pós-Graduação e quem sabe, vários cursos voltados para web design, que tem tudo a ver (haha sqn). Sonha conhecer o mundo todo (seja pelos livros ou não), mas parte dele também vale.

3 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Não tenho muita vontade de ler esse livro, mas gostei da resenha.
    Quem sabe um dia eu dê uma chance a ele! =)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Esse livro tá na minha lista.
    Falou em cartas eu já amo ♥ rs
    Que bom que você gostou, espero gostar também!

    Boa semana ;)
    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir