Resenha: Na Companhia das Estrelas



Hoje é dia de resenha nova aqui no blog e, se você já viu o meu post de leituras para 2017 (link aqui para você dar uma espiada depois) sabe que o segundo da lista era essa releitura. Na Companhia das Estrelas é um livro que eu comprei lá em 2013 ou 2014 naquelas promoções que você leva 5 e paga mais barato, sabe... estava faltando um e achei a capa desse livro interessante. Tentei lê-lo em 2014 , mas a história não conseguiu me cativar e, na metade desisti.  Como esse ano eu decidi comprar livros só depois de ler os que eu ainda não li, coloquei esse na meta de 2017 como releitura, uma segunda chance porque muitas pessoas gostaram dele então não achei justo simplesmente parar e esquecê-lo. Agora, mais focada nas leituras, consegui finalmente terminá-lo e claro, falar um pouco dele para vocês.

"Em um mundo devastado pela doença, Hig conseguiu escapar à gripe que matou todo mundo que ele conhecia. Sua esposa e seus amigos estão mortos, e ele sobrevive no hangar de um pequeno aeroporto abandonado com seu cachorro, Jasper, e um único vizinho, que odeia a humanidade, ou o que restou dela.
Mas Hig não perde as esperanças. Enquanto sobrevoa a cidade em um avião dos anos 1950, ele sonha com a vida que poderia ter vivido não fosse pela fatalidade que dizimou todos que amava. Hig é um guerreiro sonhador. E tem uma imensa vontade de gente, apesar da desilusão que se abateu sobre ele. Por isso é capaz de arriscar todo seu futuro quando, um dia, o rádio de seu avião capta uma mensagem...
Voe com Hig e Jasper e se encante ao descobrir que um mundo melhor pode estar em cada um de nós."


Uma coisa que me surpreendeu bastante (positivamente) na leitura foi o fato de o autor usar bastante o positivismo. Hig, personagem central da história, vive com Jasper, seu cachorro e único amigo, em um aeroporto abandonado. Uma epidemia acabou matando grande parte da população da Terra e todos que Hig amava. A vida dele estava muito boa e tudo ia bem, ele estava prestes de formar uma família e tudo acabou. Mesmo em um mundo onde sobreviver é a prioridade, ele não quer perder as esperanças de encontrar pessoas e tentar viver de uma melhor forma, mesmo nesse "apocalipse" sem zumbis rs. 

O livro é bem aventureiro, descreve muito todas essas aventuras que Hig acaba fazendo com Jasper no seu avião, procurando alimentos e tentando não morrer pelas pessoas que sobreviveram. Uma das coisas que me agonizou muito enquanto lia, foi o fato de os diálogos serem em formatos de textos, sem aspas nem travessões e isso acabou me irritando muito. Muitas vezes você não sabe quem está falando ou pior, ele é tão descritivo que alguns detalhes cansam (detalhes desnecessários, por sinal). Muitas vezes quis simplesmente pular a página porque simplesmente cansava a leitura. A leitura é muito jovial, até, mais os detalhes em alguns capítulos são extremamente "boring".



Durante a leitura, você têm poesias incríveis retiradas de outros contos e músicas, uma interação muito boa com aquele momento que Hig vive. Quando ele resolve ir atrás daquela mensagem que ele consegue captar no rádio do avião, tudo muda. Na Companhia das Estrelas é um livro muito bom, sabe, mas não é um livro para todos. Se você (assim como eu) lê livros YA com uma leitura rápida, com romance e tudo isso, vai com toda certeza estranhar esse aqui. Mas, mesmo com muitas dificuldades de adaptação da história, eu consegui absorver a mensagem que o autor quer passar. Esse livro não trás romance e nem uma vida fácil sabe, mas mesmo assim te mostra que só a gente consegue fazer da nossa vida, a melhor que ela pode ser e isso inclui o planeta que a gente vive. Me imaginei diversas vezes na pele do Hig e acho que depois de ler, sei que vou ter uma outra perspectiva de pensar sobre as coisas ao meu redor.


Então pela primeira vez nesse blog vou recomendar esse livro para você que procura uma leitura bem diferente, uma leitura mais descritiva, mais adulta e sem muitos romances, mais com aprendizados. Vale colocar aqui meu amor pela capa desse livro (a capa é cintilante, incrível) e a diagramação que facilitou bastante a leitura. Se você procura um livro diferente e distópico, super recomendo, mas reserve ai um bom tempo de leitura, haha! Alguém ai já tinha lido Na Companhia das Estrelas?

Livro: Na Companhia das Estrelas
Autor: Peter Heller
Editora: Novo Conceito
Páginas: 406
País: Brasil
ISBN: 978-85-8163-234-6
Share on Google Plus

About Alexsandra Ferreira

Alexsandra tem 20 anos, virginiana e universitária, que ama filmes, música e compras, além de desenhar nas horas vagas e cantar (tentar). Quer fazer Ciências Contábeis após a Pós-Graduação e quem sabe, vários cursos voltados para web design, que tem tudo a ver (haha sqn). Sonha conhecer o mundo todo (seja pelos livros ou não), mas parte dele também vale.

0 comentários:

Postar um comentário